Salário Mínimo 2019

Como de costume anualmente o salário mínimo nacional é reajustado, e já possuem milhares de pessoas no mundo todo de olho no aumento do próximo ano, o Governo Federal projetou o valor de R$ 1.020,80 para o Salário Mínimo 2019.

O documento já está junto ao congresso nacional para aprovação de orçamento, atualmente o salário mínimo nacional é referência em todo mundo, pois mais de 80% da população sobrevive através do mesmo.

A atualização do salário mínimo é feita com base na variação do Índice Nacional de Preços (INPC), índice esse de inflação calculado pelo o IBGE.

Salário Mínimo 2019

Salário Mínimo 2019

Valor do Salário Mínimo 2019

Anualmente esse valor tende só a crescer, a expectativa do próximo valor do salário aumenta cada vez mais a cada ano pelo os brasileiros, em 2019 o valor previsto é de R$ 1.020,80.

Tabela Salário Mínimo

Desde 1994 o salário mínimo tem aumentado de maneira significativa a fim de gerar maior inclusão de renda, mesmo com esse ganho significativo o trabalhador ainda recebe um valor bem abaixo do índice de sobrevivência.

Confira a tabela dos últimos anos:

Tabela do Salário Mínimo

Tabela do Salário Mínimo

A inflação ainda continua muito acima da média, fazendo com que os trabalhadores paguem apenas o seu custo de vida, o que nem sempre é atingido, pois grande parte da população conta mensalmente com um salário mínimo. O objetivo deveria ser lucrar um pouco com isso, mas nem sempre esse objetivo é atingido. O salário mínimo no Brasil é um dos mais baixos do mundo.

Reajuste do Salário Mínimo 2019

A medida provisória 672/2015, define o critério de valorização do salário mínimo com base no ano de 2016 a 2019 a variação do INPC – índice Nacional de Preços do consumidor.

O cálculo é feito pelo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas mais conhecido como IBGE, que faz a conta com base nos últimos 12 meses acumulados.

O Salário Mínimo 2018 nacional será de R$ 957,80, já para o ano de 2019 o Governo Federal projetou um salário mínimo acima de R$ 1.000,00, sendo apenas uma estimava. Para decidir o valor do Salário Mínimo 2019 o Governo irá levar em consideração o atual cenário de crise do país.

Reajuste Salarial

Reajuste Salarial

O programa de valorização do salário mínimo só tende a evoluir com o decorrer dos anos, principalmente porque esse é o valor mínimo para que as empresas possam contratar qualquer cidadão dentro dos regimes de contratação em CLT, o salário mínimo antigamente era simbólico e hoje já consegue auxiliar no sustento diário do trabalhador. O aumento do Salário Mínimo ocorre em janeiro de todo o ano e os cidadãos precisam estar atentos se as empresas estão cumprindo com as suas obrigações legais.

Confira a evolução do salário mínimo ao decorrer dos anos:

Data de aprovação Valor do Mínimo Nacional Resolução que o aprova
01.01.2017 R$ 937,00 Lei nº 13.152 de 2015
01.01.2016 R$ 880,00 Decreto 8.618 de 2015
01.01.2015 R$ 788,00 Decreto 8.381 de 2014
01.01.2014 R$ 724,00 Decreto 8.167 de 2013
01.01.2013 R$ 678,00 Decreto 7.872 de 2012
01.01.2012 R$ 622,00 Decreto 7.655 de 2011
01.03.2011 R$ 545,00 Lei 12.382 de 2011
01.01.2011 R$ 540,00 MP 516 de 2010
01.01.2010 R$ 510,00 Lei 12.255 de 2010
01.02.2009 R$ 465,00 Lei 11.944 de 2009
01.03.2008 R$ 415,00 Lei 11.709 de 2008
01.04.2007 R$ 380,00 Lei 11.498 de 2007
01.04.2006 R$ 350,00 MP 288 de 2006
01.05.2005 R$ 300,00 Lei 11.164 de 2005
01.05.2004 R$ 260,00 MP 182 de 2004
01.04.2003 R$ 240,00 MP 116 de 2003
01.04.2002 R$ 200,00 MP 35 de 2002
01.04.2001 R$ 180,00 MP 2.142 de 2001
03.04.2000 R$ 151,00 Lei 9.971 de 2000

Salário Mínimo Regional

Alguns estados brasileiros optam por determinar os seus próprios salários mínimos e não seguem o salário nacional, determinado pelo Governo. O salário nesses estados é chamado de Salário Mínimo Regional. No entanto, esse salário não pode ser menor que o piso nacional.

Abaixo você pode conferir o salário regional em alguns estados:

  • Paraná Piso Salarial – Já no Paraná o valor do Piso Salarial também supera o salário mínimo nacional, partindo de R$ 1.247,40 mas podendo ser maior, também de acordo com atividade praticada pelo profissional.
  • Rio de Janeiro Piso Salarial – O valor no Rio de Janeiro é de R$ 1.136,53, o que supera o valor da média nacional, tendo a possibilidade de ser mais alta conforme a atividade do trabalhador.
  • Santa Catarina Piso Salarial – Já no estado de SC o valor do Piso Salarial é de R$ 1.078 mas que também pode ser superior dependendo da atividade que o profissional exerce.
  • Rio Grande do Sul Piso Salarial – O valor do salário mínimo no estado do RS fica em R$ 1.175,15 podendo ser maior dependendo da atividade do profissional;
  • São Paulo Piso Salarial – O salário Mínimo no estado de São Paulo é de R$ 1.108,38 podendo ser muito maior conforme a atividade exercida.

As cidades que não foram listadas, tem como parâmetro a tabela do salário mínimo e possuem como base o aumento definido pelo Governo a cada ano.

Cálculo do Salário Líquido 2019

O Salário Líquido se chama o valor do salário que cada trabalhador recebe em mãos no final de cada mês. Isso acontece, pois o valor que o trabalhador tem direito sofre descontos, para ser realizado o pagamento de taxas do Governo e de sindicatos. A seguir você pode conferir algumas das taxas mais cobradas de trabalhadores:

  • Atrasos e faltas – *Caso for aplicável;
  • Vale transporte – até 6% do salário;
  • IRRF – de 0 a 27,5%, isso dependerá de quando o trabalhador recebe;
  • Vale refeição – até 20% do salário;
  • INSS – de 8 a 11%, dependendo do valor do salário do trabalhador;
  • Assistência médica – *Caso for aplicável;
  • Pensão alimentícia – *Caso for aplicável;
  • Contribuição sindical.

Somente o INSS, de todos os descontos citados acima é obrigatório em todos casos. Por exemplo, os trabalhadores que recebem o salário mínimo nacional – R$ 954,00, e paga R$ 76,32 mensalmente de impostos ao INSS, terá em mãos o salário líquido de R$ 877,68.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votes, average: 4,29 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *